Parcerias entre o público e o privado são receita de sucesso no urbanismo!

Adoção do Mirante Santa Terezinha, no bairro do Farol. O mirante foi totalmente revitalizado pelo programa de adoção de áreas públicas, o projeto é da Prefeitura de Maceió e é realizado por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds). A adoção de espaços públicos é formado através de convênios entre empresas da iniciativa privada e a Prefeitura.

De encontro com essa ideia Emilson C D Silva publicou um artigo cientifico do Movimento Cidade Bonita explicando a  lógica econômica por trás do movimento, encontramos o pensamento que uma bela cidade deveria aumenta a satisfação de seus moradores , portanto, o aumento dos valores dos imoveis, bem como expande os negócios da cidade, com aumento das vendas  de bens e serviços da cidade para os clientes locais e  turistas. Como exemplo disso foi a construcao do Parque Millenium , uma parceria entre o publico e privado. que valorizou em 10 mil dolares o m2 dos imoveis na regiao.

“Maceió está ganhando mais um ponto turístico, com uma nova iluminação em LED e que virou uma obra de arte através do projeto da Ana Maia e da Rosa Piatti, duas designers que levam o nome de Maceió e de Alagoas para o Brasil inteiro e alguns países com suas obras de arte. Quem vier ao Mirante Santa Terezinha irá deslumbrar de uma bela vista e de uma belíssima obra de arte”, destacou o prefeito Rui Palmeira.

O titular da Semds, Gustavo Acioli, comentou a importância de parcerias na adoção de espaços públicos. “Essa é a primeira adoção de um mirante em Maceió e vemos que deu muito certo, este espaço merecia uma transformação. Estamos buscando revitalizar alguns mirantes da capital e nada melhor que uma parceria para realizar uma intervenção urbana como esta, onde o maceioense poderá vir aqui e desfrutar de uma bela paisagem e

de arte, agora, temos que cuidar desse belíssimo espaço que irá receber turistas e servir para a realização de eventos culturais “, pontuou o gestor.

A arquiteta, designer e artista plástica Ana Maia explicou como surgiu a ideia de adoção do mirante. “A ideia surgiu há dois anos quando decidi montar o atelier aqui no bairro, mas vi que a área estava abandonada. A partir daí tomei a decisão que não adianta ficar trancada dentro do escritório e não interagir com o bairro, principalmente aqui, onde temos um belíssimo visual. Abracei a causa, me informei, procurei quem poderia me guiar nessa jornada e fui atrás. Após algumas conversas co

m a Prefeitura, construímos o projeto de adoção da área que foi acolhido pela Semds e por nós realizado. Fico muito feliz em ver que um local que estava ‘morto’, agora, chama a atenção de todos que passam pela região e em ver também que os vizinhos estão contente com a revitalização do mirante“, disse Ana Maia.

O mirante também recebeu ações da Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), é o que explica o diretor técnico do órgão, Luis Casado. “Implantamos sete luminárias em LED, três postes de metal, 45 metros de mangueiras iluminadas e dois projetores neste espaço que foi revitalizado. Foram instaladas também mais oito luminárias um pouco mais à frente, na segunda parte do mirante, e ainda este ano a rua receberá LED em toda a sua extensão”.

Para a secretária adjunta de Turismo, Luciana Sagi, o destino Maceió tende a crescer ainda mais com espaços iguais ao mirante. “O nosso objetivo é apoiar a divulgação desse espaço para a visitação do local, tanto para a observação da cidade como para ponto turístico, além de divulgar a nossa arte e artistas alagoanos. É um mirante diferente de todos os outros, com um espaço lúdico, com uma bela intervenção urbana, tudo isso chama a atenção

 

do turista pelo simples fato de fugir do comum, agregando valor ao local e a cidade”.

Prefeitura de Maceió

Fonte: Prefeito entrega revitalização do Mirante Santa Terezinha – Prefeitura de Maceió 

Como diminuir o impacto ambiental da sua casa:

Painel solar para aquecimento de água com boiler e aquecimento a gás

Painel fotovoltaicos geradores de energia
Caixa dágua para água pluvial
Tanque com reciclagem de água pluvial para uso nos vasos sanitários
Vasos sanitários com fluxo reduzido
Reciclagem de água sanitária para uso no jardim
Equipamentos domésticos com baixo consumo de energia
Paisagismo com plantas nativas e que requerem pouca água.
Utilização de composteira para lixo orgânico e aproveitamento como fertilizante natural. Veja o video  Claudio Spinola, diretor do Instituto Morada da Floresta, de como fazer uma composteira

Medidor elétrico inteligente
Lixeiras de coleta seletiva
Estudo solar para uso da Iluminação Natural e conforto ambiental, minimizando o uso de ar condicionado e aquecimento. Sala solar. Parede solar. Claraboia no teto para melhorar iluminação e exaustão. Brise-soleil e varandas para proteger do sol forte
Usos de materiais regionais

Uso de tintas que com baixo nível de componentes voláteis.

Lâmpadas eficientes (halogenas) e , sistema de iluminação com detector de presença, iluminação de jardim com luminarias solares com sensores foto eléctricosAproveitar a ventilação natural para maximizar o conforto em relação ao clima da regiãoedução de áreas pavimentadas com soluções diferenciadas_pavimento poroso, cascalho, , para reduzir o calor e aumentar a infiltração de agua no solo. Colocar pavimentação onde aquecimento eh desejado.

Cerca de madeira e decks,

pisos permeáveis,

jardim de chuva infiltração com plantações nativas,

painéis solares,

uma matriz de 2,5 kW fotovoltaica fornece 1 / 3 da energia necessária para a casa.

Os assoalhos de madeira de carvalho são usados com selante de baixo VOC.

Os degraus de escadas e armários são de pinheiro recuperado.

A armazenagem de calçados no patamar de entrada oferece um lugar para tirar os sapatos antes de partículas são arrastadas para dentro da casa. Um tapete especial está instalado além de ajudar a manter a sujeira em um só lugar.

As bancadas de madeira recuperada e armarios foram integradas  para distribuição hidráulica.

Eletrodomésticos são padrão Whirlpool (doados).

O barril de agua eh de madeira recuperada recolhe a água da chuva para irrigar e ajudar a compensar o escoamento de águas pluviais.

Água Válvula para interromper o fluxo quando a temperatura atinge 31 graus

reúso de água para a descarga

Torneiras e chuveiro e máquina de lavar roupa com consumo reduzido de agua

Sistema de coleta de água da chuva para regar as plantas

avaliado máquina de lavar louça Energia As lâmpadas LED

e as lâmpadas incandescentes

Mini-split, bomba de calor com velocidade variável dupla e modo de desumidificação termostatos programáveis portas e janelas de alta eficiência placa da espuma de isolamento térmico e espuma rígida de célula fechada, por toda parte, inclusive sob a laje do porão Infiltração de células fechadas barreira de espuma clarabóias

Vaga sensor no porão de luzes

Porta chaves nos armários a roupa

para lâmpadas de teto,

Placas de energia fotovoltaicos com

web monitorar o desempenho acessível medidor elétrico telhado membrana Instantânea,

on-demand gás aquecedor de água quente com o ar exterior e da câmara de combustão selada

A recuperação de energia na linha de drenagem principal para pré-aquecer a água quente para uso doméstico Umidade controlada banheiro

exaustor Electrico

Rastreamento da conta via internet

Roupas de linhas

Qualidade do Ar Nenhuma pintura VOC  Pouco ou nenhum selantes ou calafetacao VOC

Qualidade do Ar Interior

tapete lavável reciclados  na entrada

Calçados banco de armazenamento de entrada

MERV 13 classificados filtros de ar localizado na RA grades para facilitar o acesso

Site jardim de chuva e campo nativo

Sistema de águas pluviais de infiltração

madeira tratada pelo calor para a plataforma, grades e cercas conservantes químicos não é necessária

Paisagismo com plantas nativas

Materiais FSC portas de madeira interior, molduras, vigas e compensados

Piso de carvalho recuperado

Tapume  reciclado de cimento.

Madeiras  recuperada usadas em degraus, peitoris, portas de armário da cozinha, despensa e portas

Reciclados de demolição e restos de construção

tapete com materiais reciclados

Aço reciclado conteúdo utilizado para trilhos e patins de escada

Recuperado da bancada do  banheiro e pia

Producao de poluentes de uma casa com ar condicionado:

Gas carbonico (CO2) 400 kg/ano
Acido sulfurico (SO2) 4kg/year
Nitric Oxide (NO) 1/2kg/year
Queima de carvao 700kg ou 1 m3
Contaminação de mercúrio na atmosfera 7 mg

Arquitetos lidam com conforto térmico, desempenho energético, durabilidade de materiais. No entanto, o conceito de sustentabilidade abrange diversas áreas, que visa à preservação da espécie humana. As propostas visam à redução de consumo de água e energia, reaproveitamento de materiais, uso de materiais reciclaveis, nao toxicos, equipamento de energia solar e de armazenamento (do calor) da água para funcionar como alternativa ao aquecimento a gás da água das torneiras; a construção de uma tubulação específica que permita a reutilização reúso da água do chuveiro nas descargas e jardins, equipamento para captação da água das chuvas,etc.

Apesar de os exemplos mais significantes ainda serem estrangeiros, muito já está se fazendo no Brasil, de acordo com nossas condições climáticas e econômicas.

Detalhes sustentaveis:

Painel solar para aquecimento de água com boiler e aquecimento a gás

Painel fotovoltaicos geradores de energia

Caixa dágua para água pluvial

Tanque com reciclagem de água pluvial para uso nos vasos sanitários

Vasos sanitários com fluxo reduzido

Reciclagem de água sanitária para uso no jardim

Equipamentos domésticos com baixo consumo de energia

Paisagismo com plantas nativas e que requerem pouca água.

Utilização de composteira para lixo orgânico e aproveitamento como fertilizante natural

Medidor elétrico inteligente

Lixeiras de coleta seletiva

Caixa de compostagem

Estudo solar para uso da Iluminação Natural e conforto ambiental, minimizando o uso de ar condicionado e aquecimento. Sala solar. Parede solar. Claraboia no teto para melhorar iluminação e exaustão. Brise-soleil e varandas para proteger do sol forte

Usos de materiais regionais

Uso de tintas que com baixo nível de componentes voláteis.

Lâmpadas eficientes (halogenas) e , sistema de iluminação com detector de presença, iluminação de jardim com luminarias solares com sensores foto eléctricos

Aproveitar a ventilação natural para maximizar o conforto em relação ao clima da região

Redução de áreas pavimentadas com soluções diferenciadas_pavimento poroso, cascalho, , para reduzir o calor e aumentar a infiltração de agua no solo. Colocar pavimentação onde aquecimento eh desejado

Casa e carros hibridos trocam energia entre si e com a rede

A casa da Honda e da Universidade de Davis  Califórnia,  foi planejada para produzir mais energia que consome.casasustentavel
Como mais casas gerando sua própria eletricidade a partir de painéis solares, as casas precisam de energia a partir de outra fonte depois que o sol se põe.

Estratégias sustentáveis aliando energia de painéis solares de casas e baterias de carros 

As montadoras dizem que pode tem uma solução, armazenando a energia gerada nem baterias de carros elétricos para uso posterior.
O projeto de casa da Honda é  um experimento em uma comunidade ambientalmente consciente para apresentar tecnologias que permitem a casa gerar mais eletricidade do que consome.

É um exemplo da forma como as empresas de painéis solares e as montadoras estão convergindo para um objetivo comum:  criar a casa auto-suficiente, com a bateria de um carro como back up.

Como os edifícios e o transporte contam com 44 % das emissões de gases de efeito estufa dos Estados Unidos , as empresas de automóveis cada vez mais ver carros com células de combustível totalmente elétricos e de hidrogênio como veículos que atendam leis ambientais e levam ao desenvolvimento de novos serviços e produtos energéticos , além da garagem da casa.
Ford, Tesla Motors e Toyota estão buscando estratégias semelhantes a isso.
“É um novo mundo em termos de veículos operacionais não produzidos isolados, mas como sendo parte de um sistema de energia maior, e a maior oportunidade para as montadoras é descobrir como seus veículos passam a fazer parte desse sistema “, disse Daniel Sperling, diretor do Instituto de Estudos de Transporte da Universidade da Califórnia, em Davis , que forneceu o terreno da construção e a tecnologia do aquecimento e iluminação para o Honda Smart Home.

Painel solar em casas

A casa da Honda de 190 metros quadrados, tem uma garagem impecável que contém uma bateria de lítio de 10 quilowatt-hora alojado em uma caixa preta. A bateria é uma versão menor da que alimenta o Honda Fit elétrico.
Ao lado da bateria fica uma caixa branca maior chamado de Sistema de Gestão de Energia Home. É o cérebro da casa que  decide quando uma válvula de energia renovável gerada por um  painel fotovoltaico solar de 9.5- kilowatt instalado no telhado da casa para carregar a bateria do carro ou armazenar a energia solar.

O painel solar no piso superior é duas vezes maior que o tamanho normal encontrados em uma casa comparável . A quantidade de eletricidade gerada pelos painéis solares e armazenada na bateria permite que a casa de operar independente da rede elétrica, se necessário.

A casa envia eletricidade excedente para a rede elétrica

A casa envia eletricidade excedente para a rede. E se os utilitários de ficar sobrecarregado , por exemplo, no verão, quando as temperaturas subirem e todo mundo liga seus aparelhos de ar condicionado, o fornecedor de electricidade local pode enviar um sinal para a casa enviar energia solar à rede para ajudar a evitar apagões .
Um tamanho de casa semelhante consumiria 13,3 megawatts/ hora de eletricidade por ano , enquanto a casa inteligente iria gerar um excedente estimado de 2,6 megawatts/hora porano, de acordo com a Honda.
“Podemos chegar a uma pegada de carbono abaixo de zero “, disse Michael Koenig, o líder do projeto para o Honda Smart Home , enquanto ele estava na sala de estar da ventilada, iluminada naturalmente.
Ele segurou um iPad que sem fio controlava todas as funções da casa, de iluminação para os sistemas de energia , e que mostrou a casa pode gerar 4,2 quilowatts de eletricidade em uma manhã ensolarada , em parte, ao consumir 0,84 quilowatt.
“O sistema irá calcular a carga de energia elétrica residencial para o dia baseado na história da casa, bem como a atividade solar esperada e com  isso só comprar energia ao preço mais baixo “, disse Koenig .
O Honda Fit EV na garagem foi modificado para aceitar a energia diretamente da matriz solar.
Para minimizar o consumo de energia elétrica , a Honda e a universidade instalaram diversas tecnologias de economia de energia. Um sistema geotérmico  de calor no solo abaixo da casa para fornecer aquecimento e arrefecimento enquanto uma iluminação automatizado eficiente de energia ajusta o tom de LEDs para imitar a luz natural. No início da noite , por exemplo , as luzes da casa param de emitir tons de azul, que têm sido responsáveis por interferir com o sono.
Construir em  concreto é um processo intensivo de produção de carbono , de modo a Honda substituiu metade do concreto na fundação com pozolana , uma cinza vulcânica.
Steve Center, vice-presidente de Secretaria do Meio Ambiente de Desenvolvimento de Negócios da Honda , disse que a empresa não esperava vender inovações de construção verde assim. Em vez disso , a Honda irá focar o potencial para vender a tecnologia de gerenciamento de energia em casa e sistemas de baterias para os proprietários e construtores .
“Nós estamos convergindo “, disse Center. “Haverá novos modelos de negócios, como a partilha de energia em casa e armazenamento de energia, o uso de baterias do seu próprio carro. “
Ele disse que um caminho para a casa era através de alianças com os instaladores de painéis solares como SolarCity . Em 2013, a Honda e o SolarCity criaram um fundo de US $ 65 milhões para financiar a instalação de painéis solares para os clientes Honda.
Ford fechou um acordo com SunPower para dar aos compradores de seus carros elétricos um desconto sobre os painéis solares da empresa. Um protótipo da Ford C -Max Energi plug-in carro elétrico híbrido utiliza 16 m2 de painéis solares no telhado para carregar a bateria do carro. Nao ha necessidade de usar a energia da rede.

Oportunidades de negócios para o mercado de casas

Há oportunidades de negócios para o mercado doméstico se os preços de baterias continuam a cair.Você pode carregar a bateria  do carro  à noite com baixo custo , eletricidade potencialmente mais limpa do que você pode usar durante o dia , quando as taxas são mais elevadas.
Isso iria ameaçar as receitas de serviços públicos, que surgiram como um obstáculo o projeto dos sistemas.
Na Califórnia, SolarCity tem oferecido alguns clientes  baterias de lítio de 10 quilowatt- hora feitas por Tesla Motors para armazenar eletricidade gerada por painéis solares. Mas três grandes concessionárias do estado têm sido lentos para conectar esses sistemas com a rede, argumentando que os proprietários poderiam usar baterias para armazenar a eletricidade quando as taxas são baixas e vendê-lo de volta para eles, quando as taxas são altas.
Reguladores  estão ao lado de empresas de energia solar . A California Public Utilities Commission  que as concessionarias podem obter 1.325 megawatts de armazenamento de energia em 2020 para ajudar a equilibrar a rede como mais fontes de energia renovável.
A comissão da rede publica também emitiu uma decisão preliminar que permitiu os proprietários a ligar os sistemas de armazenamento da bateria dos proprietários de imóveis na rede , sem nenhum custo extra. A decisão permitiu que os proprietários a cobrar taxas de conexão se as suas baterias podem armazenar mais energia elétrica do que os seus painéis solares produzidos .
Com instalações solares nos Estados Unidos aumentando e subsídios do Estado que pagam 60 % do custo de sistemas de energia das casas instaladas na Califórnia , as montadoras esperam mais projetos de casas  com carro elétrico como fonte de energia de backup em caso de interrupções na rede elétrica.
Ambos os carros elétricos e os carros com células de combustível de hidrogênio podem ser modificados para retornar eletricidade para a casa ou para a rede elétrica, no entanto,  a tecnologia ainda está apenas sendo implantada em projetos-piloto.
O Honda Fit EV tem uma bateria de 20 quilowatts / hora, enquanto o mais caro Tesla Model S Sedan esportivo elétrico tem uma bateria de 85 quilowatts / hora. E os carros com células de combustível de hidrogênio que a Hyundai , Honda e Toyota irão introduzir no próximo ano podem gerar pelo menos 100 kilowatts. A casa média nos Estados Unidos consomem cerca de 30 quilowatts/ horas de eletricidade por dia, diz a Agência de Informação de Energia dos Estados Unidos.
“Há um enorme potencial para veículos a células de combustível para servir como uma fonte de energia para a casa “, disse Center.

Razões para plantar e cuidar de árvores ou defender uma árvore:

Árvores combatem o efeito estufa
arvore sustentabilidade
O aquecimento global é o resultado de excesso de gases de efeito estufa, criados pela queima de combustíveis fósseis e destruição de florestas tropicais. O calor do sol, refletida de volta da terra, está preso nesta camada espessamento de gases, fazendo com que a temperatura global subir. O dióxido de carbono (CO2) é um gás estufa. Árvores absorvem CO2, removendo e armazenando o carbono ao liberar o oxigénio de volta para o ar. Em um ano, um acre de árvores maduras absorve a quantidade de CO2 produzida quando você dirige seu carro 40.000 mil km
Árvores limpar o ar
As árvores absorvem odores e gases poluentes (óxidos de nitrogênio, amônia, dióxido de enxofre e ozônio) e partículas de filtro do ar, aprisionando-os em suas folhas e casca.
As árvores fornecem oxigênio
Em um ano, um acre de árvores maduras podem fornecer oxigênio suficiente para 18 pessoas.

Árvores esfriam as ruas e a cidade

Árvores esfriar a cidade em até 10 ° F, pelo sombreamento nossas casas e ruas, quebrando-se “ilhas de calor urbanas” e liberando vapor de água no ar através de suas folhas.
Árvores economizam energia
Três árvores colocadas estrategicamente em torno de uma única casa de família podem diminuitr a necessidades do verão de ar condicionado em até 50 por cento. Ao reduzir a demanda de energia para o resfriamento nossas casas, podemos reduzir as emissões de dióxido de carbono e outros poluentes das usinas de energia.

Árvores economizam água

Sombra de árvores diminui a evaporação da água dos gramados sedentos. Árvores recém-plantadas precisam de apenas 15 litros de água por semana. Como as árvores transpiram, eles aumentam a umidade atmosférica.
As árvores ajudam a evitar a poluição da água
Árvores reduzir o escoamento ao quebrar chuva, permitindo assim que a água flua para baixo do tronco e para dentro da terra debaixo da árvore. Isso evita que as águas pluviais de levar os poluentes para o oceano. Quando rotegidas, as  árvores agem como uma esponja que filtra essa água naturalmente e usa-lo para recarregar lençóis freáticos.

As árvores ajudam a evitar a erosão do solo

Em encostas ou declives córrego, árvores retardar o escoamento e estabilizar o solo no local.
Árvores servem de protecao para os raios ultra-violeta
O câncer de pele é a forma mais comum de câncer nos Estados Unidos. Árvores reduzem UV-B exposição em cerca de 50 por cento, proporcionando uma proteção a crianças nos campos escolares e parques infantis – onde as crianças passam horas ao ar livre.
As árvores fornecem alimento
Uma árvore de maçã pode render até 15-20 kg de frutas por ano e pode ser plantada em um minúsculo lote urbano. Além de frutas para os seres humanos, as árvores servem de alimento para pássaros e animais selvagens.
Árvores curam
Estudos têm demonstrado que os pacientes com vista para as árvores fora de suas janelas curar mais rapidamente e com menos complicações. As crianças com TDAH apresentam menos sintomas quando eles têm acesso à natureza. A exposição à concentração de árvores e natureza ajudas, reduzindo a fadiga mental.
Árvores reduzir a violência
Bairros e casas que são estéreis demonstraram ter uma maior incidência de violência dentro e fora de casa do que suas contrapartes mais verdes. Árvores e paisagismo ajudar a reduzir o nível de medo.
Árvores marcam as estações
É inverno, primavera, verão ou outono? Olhe para as árvores.

Árvores criar oportunidades econômicas

Frutas colhidas em pomares comunitários podem ser vendidos, proporcionando renda. Oportunidades de pequenos negócios na gestão de resíduos verdes e paisagismo surgem quando as cidades valorizam mulching e suas qualidades de economia de água. Formação profissional para os jovens interessados ​​em empregos verdes é também uma ótima maneira de desenvolver oportunidades econômicas das árvores.
As árvores são professores e espacos para brincar
Seja como casas para crianças ou inspiração criativa e espiritual para os adultos, as árvores deram espaço para o recuo humana ao longo dos tempos.

Árvores trazem diversos grupos de pessoas juntas

Plantio de árvores fornecem uma oportunidade para o envolvimento da comunidade e capacitação que melhora a qualidade de vida em nossos bairros. Todas as culturas, idades e sexos têm um papel importante a desempenhar em um plantio de árvores ou evento cuidado da árvore.

Árvores adicionam unidade

Árvores como marcos pode dar um bairro de uma nova identidade e incentivar orgulho cívico.

As árvores fornecem um habitat para a vida selvagem

Algumas espécies urbanas que proporcionam excelentes casas urbanas para as aves, abelhas, gambás e esquilos.

Árvores bloquear vistas indesejaveis

As árvores podem mascarar paredes de concreto ou estacionamentos e pontos de vista desagradáveis. Eles abafar o som de ruas próximas e rodovias, e criar um descanso visual de verde. As árvores absorvem poeira e vento e reduzir o brilho.

As árvores fornecem madeira

Em áreas suburbanas e rurais, as árvores podem ser colhidas seletivamente para combustível e madeira ofício.
Árvores aumentar os valores de propriedade
A beleza de uma propriedade bem plantada e sua rua e bairro circundante pode aumentar os valores de propriedade em até 15 por cento.

Árvores aumentar o tráfego de negócios

Estudos mostram que os mais árvores e paisagismo em uma area comercial, os negocios fluem mais.

Aprovação de projetos em Prefeituras

Aprovar projetos e um processo dificil

Aprovar projetos em grandes cidades e um processo burocratico doloroso, que exige copias, assinaturas e idas e vindas. Agora a solucao que sempre sonhei esta virando realidade, ao menos para esse projeto, que acredito seja em Sao Paulo e Florianopolis:

Automatização da aprovação de projetos

“Graprohabb automatiza aprovação de projetos o envio de projetos habitacionais para aprovação em âmbito estadual poderá ser feito via internet

ANo primeiro trimestre de 2011, os procedimentos técnicos e administrativos de aprovação pelo Estado de empreendimentos habitacionais públicos e privados serão feitos de forma automatizada. Trata-se de um sistema de certificação digital a ser utilizado pelo Graprohab (Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais), responsável pela aprovação de loteamentos e empreendimentos habitacionais na esfera estadual. Com o sistema, incorporadores e construtores poderão enviar projetos habitacionais para aprovação do órgão via internet.

Resultado de um convênio entre a Secretaria de Estado da Habitação e a Imesp (Impresa Oficial do Estado), a ferramenta diminuirá o tempo de deslocamento dos projetos, pois não será mais necessária a emissão impressa de papéis e envio físico dos documentos para análise e aprovação. A Imesp ficará responsável pela validade, segurança e garantia da autenticidade desse sistema de certificação digital.

Acesso aos projetos agiliza o processo

Além disso, todas as entidades envolvidas na aprovação, registro e implantação de empreendimentos habitacionais, como prefeituras, cartórios e instituições, poderão acessar os documentos e acompanhar o andamento dos processos. Os acessos e alterações serão registrados, rastreados e assinados digitalmente.

A estrutura de aprovação do Graprohab vem se modificando desde o Decreto Estadual 52.053, de 2007. A medida garantiu novos procedimentos para a análise dos processos de forma a reduzir o tempo que antes era demandado. “

AutoCodes: uma revolução na aprovação de projetos em Prefeituras no 1o mundo


Revisão de projetos de maneira digital ou  eletrônica desempenha um papel importante no futuro de conformidade regulamentar. Sao Paulo, Florianópolis já estão aceitando que os projetos sejam entregues e analisados em maneira digital.


Agilizar o processo de aprovação de projetos

Sistemas de análise de plantas em 2D são um componente crítico na transição para processos sem papel e para a desburocratização e agilização de aprovação de projetos.
No futuro, aprovação de projetos incorporara tanto 2D & 3D processos.
Sistemas 2D são comprovados e facilmente disponíveis oferecendo  benefícios para os departamentos governamentais, comunidades e da indústria da construção
A evolução está e no trabalho integrando Solibri tecnologia de verificação de modelo em sua solução de revisao em 2D

 Projeto AutoCodes

O Projeto AutoCodes visa demonstrar a viabilidade da tecnologia de código de verificação automatizada de modelos de construção virtuais. A fase inicial contou com a participação de diversas autoridades em um processo de revisão controlada. Usando AutoCodes e (BIMs) para revisão de código promete reduzir drasticamente os tempos de revisão, aumentar a precisão e proporcionar maior controle e acesso a informações críticas contidas no modelo.