Arquivo da tag: conforto ambiental

Arquitetura sustentavel – Refrescar a casa

Para dias de sol quente e calor nada melhor que uma casa ventilada, com um clima fresco.
projeto casa terrea tijolo ecologico - 3D View - frente dsMas nem sempre temos ar-condicionado ou um ventilador para garantir

temperaturas mais baixas dentro de casa.

Dicas para manter sua casa sempre fresca:

● Em dias quentes, conserve persianas e cortinas fechadas para deixar o calor do lado de fora e manter o interior fresco.
● Se já estiver quente no interior da casa, abra janelas em lados da casa opostos ao sol, para criar uma corrente de ventilação.
● À noite, quando a temperatura cair, abra portas e janelas para deixar o ar mais frio entrar. Ligar exaustores de banheiros e cozinhas por um breve período ajuda a expulsar o ar quente.
● Pendure lençóis molhados na janela. A evaporação da água terá um efeito refrescante.
● Instale venezianas ou toldos temporários nas janelas voltadas para o norte e o oeste. Eles bloquearão o calor e poderão ser removidos no inverno. .
●Verifique se a casa e o telhado estão bem isolados. Um isolamento reflexivo sob o telhado reduz a concentração de calor no verão.
● Remova o calçamento na parte externa do lado voltado para o norte. Ele contribui para o acúmulo de calor. Substitua-o por grama, plantas rasteiras ou arbustos.

Ar condicionado:

O ar-condicionado é muito eficiente na redução da temperatura, além de ajudar a diminuir a umidade. Nos últimos anos, surgiram modelos mais baratos e eficientes, que também funcionam como aquecedor. O custo de operação de um modelo de ar condicionado de tamanho médio pode corresponder a 30 vezes o de um ventilador de teto. O uso excessivo desses aparelhos no verão é considerado uma das principais causas de sobrecarga no sistema elétrico e de blecautes. Além disso, o elevado consumo de energia é um fator importante na emissão de gases do efeito estufa.

Ventiladores

Ventiladores são eficientes, baratos e gastam pouca energia. Fazem circular o ar ao redor do corpo, que libera umidade em forma de vapor, e assim garante a sensação de frescor.● Ventiladores portáteis são eficientes para refrescar o corpo. Procure modelos com velocidade variável que se movam de um lado para o outro.
● Para refrescar o ambiente, uma opção é o ventilador de teto. Posicione-o acima da lâmpada (para evitar o bruxulear da luz) e a pelo menos 2,1 m do chão.
● Escolha ventiladores de quatro pás, enviesadas ou arredondadas, para melhorar a circulação do ar. Os modelos de ventiladores mais caros, com motores mais potentes, são mais silenciosos e duram mais. A presença da função reversa permitirá empurrar o calor para baixo no inverno.
● Para refrescar todos os ambientes, use um ventilador central. Trata-se de um ventilador de grande porte instalado no teto que expulsa o ar quente do ambiente enquanto puxa ar fresco através de janelas e portas abertas.

Refrigeradores por Evaporação

Sistemas de refrigeradores por evaporação sugam o ar através de um filtro umedecido para resfriá-lo e depois o espalham outra vez pela casa. São mais baratos do que um sistema de ar condicionado e usam relativamente pouca energia. Mas podem ser barulhentos e incômodos, além de consumirem muita água.● Antes de adquirir um aparelho, avalie o clima local. Os refrigeradores de ar por evaporação são mais eficientes em áreas com baixa umidade relativa do ar.
● Para um ambiente de menos de 25m², você pode usar um modelo portátil. Os modelos fixos podem refrigerar um ambiente de até 50m², mas custam cinco vezes mais.
● Nos modelos de refrigeradores portáteis, procure palhetas direcionáveis, ajustes variáveis de velocidade e indicador de nível da água. Estes recursos ajudarão a monitorar o funcionamento e a elevar a eficiência do sistema.
● Quando o aparelho de refrigeração estiver ligado, mantenha janelas e portas abertas, para deixar o ar úmido sair.
● Se o tempo estiver particularmente úmido, desligue a fonte de água e use apenas o ventilador.
● Quando o tempo estiver frio, cubra a unidade de teto e feche as saídas de ventilação, para não deixar o ar quente escapar.

Condicionadores de Ar

● Sistemas do tipo split, com partes internas e externas ligadas por tubulações, costumam ser mais baratos, silenciosos e econômicos que os modelos fixos, montados na janela ou em paredes externas. Sistemas de dutos gastam mais energia e são mais caros.
● Em geral, você precisará de um sistema de 100 a 140 watts (0,1 a 0,14 kW) por metro quadrado em ambientes comuns e de 80 a 100 watts (0,08 a 0,1 kW) por metro quadrado em quartos de dormir, dependendo do clima local e do projeto da casa. Consulte uma empresa especializada.
● Escolha aparelhos com selo Procel
● Escolha um modelo com timer programável, termostato, configuração econômica, e velocidade e saídas de ar ajustáveis.
● Instale o aparelho num local sem incidência direta de sol. Não bloqueie as saídas de ar com móveis ou cortinas.
● Para maior eficiência, verifique se as portas e janelas do ambiente se encontram fechadas quando o aparelho estiver ligado.Coloque elementos para vedar a passagem de ar em janelas e portas
● Não mantenha o termostato num nível muito baixo (26-27º C é o suficiente) e lembre-se de desligar o aparelho ao sair.
● Limpe os filtros do seu condicionador de ar regularmente e mantenha as serpentinas e os ventiladores livres de poeira.Fonte 

Anúncios

Prédio fritadeira vai ser consertado:

20140215-013756.jpgO formato concavo da fachada de um predio em Londres fez com que a luz do sol fosse refletida em uma pequena área,  criando um ponto de alta concentração de calor. Derrete ate partes de carros e bicicletas estacionados. Eles vão colocar brises na fachada para solucionar o problema.

http://www.dailymail.co.uk/news/article-2409710/Walkie-Talkie-building-melting-bicycles-Light-reflected-construction-City-skyscraper-scorches-seat.html

Ar condicionado não é mais luxo com as mudanças climáticas

ar condicionadoAs vendas de ar condicionado dobraram em 2013, ainda que diante de preços pouco acessíveis. Um aparelho custa, em média, 1 000 reais, sem contar os gastos com instalação, que podem triplicar esta conta. Com o aumento da demanda, há filas de espera de até 15 dias para a aquisição do produto.

muitas famílias brasileiras não estão dispostas a economizar no orçamento e aguentar mais semanas (ou verões) tão quentes. As filas para comprar o aparelho fazem voltar à memória o período de escassez caraterístico da hiperinflação. Segundo varejistas a venda é praticamente instantânea à chegada do produto às lojas. O prazo de instalação é de, no mínimo, três semanas. “Com o aumento da demanda, a logística e o estoque dos fabricantes não comportam as vendas”, afirma Rodrigo Men, diretor comercial da FR Climatização, em São Paulo, que vende e instala os aparelhos. Na Passos Ar-Condicionado, também na capital paulista, são mais de 30 novos clientes que procuram a empresa diariamente para contratar

Modelo Split impulsionou adesão aos aparelhos no país
A demanda pelo produto dobrou entre 2012 e 2013, segundo o Centro da Indústria do Estado Amazonas (CIEAM), que representa as indústrias da Zona Franca de Manaus, polo produtor de mais de 90% dos aparelhos de ar-condicionado (dos modelos de janela e Split) comprados no Brasil— apenas os portáteis são importados. Já a oscilação de preço (felizmente) não alcança níveis tão elevados. É de alta de apenas 10% entre dezembro e janeiro para os modelos mais vendidos, como os da Consul e LGE, segundo a ferramenta de comparação de preços do site Buscapé. O grande peso no bolso das famílias vem do preço da instalação, que aumentou de cerca de 500 reais por aparelho em épocas de baixa demanda para 1.000 reais em janeiro deste ano. Somam-se a isso as reformas que são requeridas para adaptar as residências a receber a máquina. No caso do Split, é preciso contratar um pedreiro e um eletricista para interligar as duas unidades – interna e externa – da máquina e criar acesso a um sistema elétrico com voltagem 220 (ou 380, dependendo da máquina) próximo de onde o produto for ligado. Além disso, deve-se instalar um dreno que escoe até o encanamento do esgoto a água liberada durante o processo de resfriamento. O preço total para que um ar-condicionado comece a refrigerar apenas um cômodo é, em média, de 3 000 reais — mas pode ultrapassar 5 000 reais, dependendo da complexidade da obra.

Segundo Gustavo Melo, diretor de Marketing da multinacional Whirlpool, empresa responsável pela fabricação dos ares-condicionados Consul, as ondas de calor intensas e a ânsia da população por uma melhora da qualidade de vida têm levado a indústria de aparelhos refrigeradores a outro patamar. O grande salto teve início, segundo Melo, em meados de 2003, com a chegada de inúmeras marcas do modelo Split ao Brasil. Apesar do custo de instalação elevado, o aparelho pode facilmente ser colocado em edifícios com sacada, sem que se modifiquem as fachadas. “A questão arquitetônica foi crucial para a evolução do mercado. Enquanto no Rio a estrutura para aparelhos de janela é obrigatória nos edifícios, na maior parte do país, não. Em São Paulo, há a lei dos Condomínios que proíbe alteração de fachada. E só nos últimos anos os projetos passaram a prever sacadas nos quartos com este intuito”, afirma o executivo.

Enquanto o inverno não chega, a demanda continua provocando agitação no varejo. No Extra, as vendas de ares-condicionados em janeiro cresceram 100% na comparação anual. Na rede Ricardo Eletro, a alta superou 50%. Os varejistas reclamam da demora dos fornecedores em repor estoques. Segundo Melo, da Whirlpool, a capacidade de ampliar a oferta para além dos pedidos feitos antes da temporada é de 20%. A falta de estoque exemplifica a política industrial truncada do governo. A produção de ares-condicionados tem sido incentivada desde 2011, quando a alíquota do imposto de importação para os aparelhos Split subiu de 18% para 35% e desonerações foram implementadas. Contudo, ainda que a indústria tenha se adaptado rapidamente ao adensamento da cadeia produtiva, falta tecnologia para que seja autossuficiente. A chegada dos componentes importados é prejudicada não só pela distância geográfica da Ásia, mas também pela burocracia alfandegária do Brasil, além do caos nas zonas portuárias. Apesar de, hoje, mais de 90% da produção de Splits ser nacional, cerca de 40% das peças são importadas — sobretudo os componentes eletrônicos. “Há subcomponentes que demoram 180 dias para chegar a partir da data do pedido”, afirma Melo, da Whirlpool. Neste caso, a saída é esperar ….Para mim a ascensão social tem pouco a ver com a compra do ar-condicionado pois quem aguenta ficar no calor? É melhor apertar as finanças e dormir tranquilo. Com as vendas em alta do ar Splits, os de parede baixaram de preço e os mais pobres os compram.

Leia mais: http://veja.abril.com.br/noticia/economia/meu-ar-condicionado-minha-vida

Poluição Sonora – um problema de saúde publica

O estresse do barulho constante é muito mais do que um aborrecimento ou uma causa para a falta de sono. Esta ligado ao risco de doenca cardiovascular em um estudo alemão de mais de 4000 indivíduos.
Especialistas agora ver que a poluição sonora desempenha um papel significativo no aumento de doenças como aterosclerose, ou endurecimento das artérias em 8 por cento .
As pessoas que vivem perto de  como aeroportos, paradas de caminhões , metrôs e estações de trem todos correm o risco de doença cardiovascular relacionada com o ruído . Enquanto um aumento de 8 por cento TAC pontuação pode não parecer muito , esse número pode traduzir-se em um fator de risco significativo para certos grupos.
As mulheres que já são sensíveis ao ruído, por exemplo, pode encontrar o seu aumento de risco para a saúde cardiovascular em até 80 por cento.
Como o ruído incessante afeta o nosso corpo ?
O ruído pode afetar mais do que apenas os nossos ouvidos. Ela pode afetar os padrões de sono, causar dores de cabeça e, finalmente, afetar o aprendizado e foco. O resultado é que o corpo começa a experimentar o stress .
Junto com o estresse vem a liberação de hormônios como o cortisol, adrenalina e noradrenalina , que pode , eventualmente, levar à hipertensão arterial , acidente vascular cerebral e insuficiência cardíaca mesmo .
” Muitas pessoas se tornam habituados ao ruído ao longo do tempo “, disse Deepak Prasher , professor de audiologia no University College, em Londres, e um membro da OMS Noise impacto ambiental sobre a doença de grupo de trabalho . ” Os efeitos biológicos são imperceptíveis , de modo que , mesmo quando você se acostumar com o ruído, alterações fisiológicas adversas são , no entanto, a ter lugar , com consequências potencialmente graves para a saúde humana . “
O que pode ser feito para reduzir a poluição sonora ?
A maior forma única para reduzir o ruído em uma casa ou escritório é ter janelas com vidro duplo.
Estudos de centenas de escritórios e residências mostram que a quantidade mais significativa de ruído vem através das janelas , e não das paredes. Estudos de laboratório mostram que mais de 90% de todo o ruído exterior vem através de portas e janelas.
Janelas de vidro duplo ajudam, mas elas são projetados para lidar com o calor eo frio . A engenharia necessária para o som é bastante diferente da manipulação da temperatura. É por isso que as pessoas que procuram alívio ruído que simplesmente substituir seus dupla painel janelas são muitas vezes desapontado.
Uma solução que tem demonstrado reduzir os níveis de ruído em 75 por cento a 95 por cento está adicionando janelas com isolamento acústico . Estas janelas extra instalar rapidamente no interior de um quarto . Eles se misturam com a moldura da janela e reduzir drasticamente o nível de ruído externo que entra no espaço .
Testes laboratoriais independentes confirmam reduções de ruído de 92 a 99 por cento conforme verificado pela instrumentação de áudio. O ouvido humano não pode detectar o nível de precisão, mas a diferença nos níveis de ruído no quarto é significativo.

Estudo solar

Ao projetar edifícios na Australia uma exigência das autoridades locais para pedir diagrama de sombra. Particularmente com a evolução da arquitetura os programas permitem definir a hora, data e localização (latitude e longitude) para qualquer lugar do mundo, então produzir diagrama de ssombra sol com imagens e arquivos de animação.

Outro método para mostrar os efeitos de sombras pelo desenvolvimento proposto é posicionar a imagem de sombra 3D no plano local. Isso produz um diagrama de sombra para escalar precisos incluindo a situação das propriedades vizinhas.

informação de sombra pode ser usada para projetar edifícios melhor, com o uso de animação. Animação das sombras podem ser produzidos por um dia inteiro ou um ano inteiro, esses estudos sol pode ser usado para visualizar os efeitos da orientação do edifício, abrindo os tamanhos e Animações telhado etc excesso também pode ser usado como uma ferramenta de vendas para esse especial trabalho onde os clientes exigem.
– O estudo de dia inteiro gera as células em um determinado intervalo, a cada 10 minutos por exemplo, de sol a sol.

Estudo Ano – O estudo ano gera uma célula no tempo especificado a cada dia ao longo de um ano inteiro.

Os projetos de arquitetura, enquanto obras de criação intelectual de um arquiteto, são passíveis de proteção pela Lei que rege os Direitos Autorais (Lei nº 9.610/98).