Prototipo de casa com tijolo ecologico ganha premio de Casa Resistente a terremotos na China

 A equipe de design da Universidade Chinesa de Hong Kong desenvolveu uma solução alternativa para o pós-terremoto de reconstrução de habitações na China que é rentável e sustentável.

Um protótipo casa terremoto-resistente projetado pelo Uma Universidade Uma Aldeia equipe da Universidade Chinesa de Hong Kong (CUHK) foi nomeado o Edifício Mundial do Ano no 10º Festival de Arquitetura Mundial (WAF) realizada no início deste mês em Berlim . O júri elogiou o projeto de reutilização de materiais de construção recuperados, sendo sensível ao contexto, e para combinar os métodos de construção tradicionais com as novas tecnologias.

Em 2014, um terremoto atingiu Província de Yunnan, no sudoeste da China e destruiu cerca de 81.000 casas, incluindo a maioria das estruturas em Guangming vila, muitos dos quais usados construção em taipa. Como resultado, os moradores perderam a confiança em técnicas tradicionais de construção e materiais de origem local, e começou a reconstruir casas com tijolos e concreto. Mas o uso destes materiais importados provou caro e as estruturas de tijolo e concreto demonstrou um desempenho térmico pobre. Além disso, a falta de conhecimento técnico dos materiais e artesanato treinados levou a preocupações de segurança.

Pra resolver esse problema, um time de arquitetos da Universidade desenvolveu uma tecnica de construcao com tijolo ecologico baseado em um estudocientico que examinou erros encontrados em estruturas construidas usnado metodos locais e tradicionais de construcao. O resultado do projeot e um predio de 2 andares de 150 m2 , casa prototipo desenvolvida na reconstrucao da Vila Guangming Village. O time usou barras de reforco e concreto para melhorara a estabilidade estrutural e usou materiais locais e materias recilcados como tijolo, areia, cimento para a construcao de casas. Isso eliminou a necessidade de transporte de materiais de longa distancia e diminiui significandte do custo dos projetos, comparados com  projeots com estrutura de concreto convencionais.

Cortesia Mundial Festival Arquitetura

“Os arquitetos conseguiu traduzir ‘quatro paredes e um telhado’ em algo que, através do compromisso arquitetônico, torna-se um projeto que é muito mais profunda”, disse WAF diretor do programa Paul Finch em um comunicado de imprensa. “Este edifício é uma demonstração de que a arquitetura é tão relevante nos mais pobres das comunidades, uma vez que está no mais rico.”

 

Cortesia Mundial Festival Arquitetura
Fonte
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: