Jovens apos terremoto aprendem a construir casas em tijolo ecologico pelo YouTube e Google

Tres jovens p rocuravam por emprego apos completar o MBA e agora se tornaram empresarios baseados no aprendizados do terremoto de 2015. Enquanto voluntariavam para ajudar os sobreviventes do terremoto, eles chegaram a conclusao que havia escassez de tijolos pra reconstruir as casas.Eles pensaram numa alternativa para o tijolo tradicional. Por um lado, houve uma enorme demanda de tijolo e, por outro, muitos fornos de tijolos foram destruídos pelo terremoto. Eles começaram a pesquisar no Google e YouTube em busca de uma alternativa para o 

tijolo.Nishan Chandi Shrestha with his friends Sachit Pandit and Subhash Shrestha, com a ajuda de um engenhei

 

ro mecanico Vivek Adhikari chegaram a conclusao que tijolo encaixados de terra seriam a melhor opcao. . “Descobrimos que esta tecnologia tem sido usada para construir edifícios no sudeste da Ásia depois do tsunami”, Nishan disse: “Fomos encorajados depois de saber que os engenheiros n

epaleses tinha usado esta tecnologia no Instituto Asiático de Tecnologia, Tailândia.”Então eles pensaram de produzir tais blocos de terra ou tijolo ecologico. Eles levantaram uma verba de cada mem

 

bro e tomaramde empréstimo a partir de diferentes empresas de financiamento para atender sua exigência de capital. Eles compraram a máquina p

ra fazer os tijolos ecologicos. Mas a máquina permaneceu no porto em Kolkata durante três meses devido ao bloqueio indiano no final de 2015. Depois de pagar Rs 400.000 eles foram capazes de trazer a máquina para o país. Em seguida, eles foram confrontados com uma outra questão – não poderia dar ao luxo d

e manter

os trabalhadores para executar a máqu

ina.”Não podíamos dar ao luxo de pagar o custo dos trabalhadores, portanto, fizeram um mutirao dos 4 e  trabalharam dia e noite.  Inicialmente, era difícil

dar uma forma ex

ata para o tijolo. Os tijolos ecologico eram feitos usando lama, areia e cimento não poderia passar o teste de laboratório. “”Nós não foram treinados e tinha começado a nossa empresa depois de pesquisar alguns vídeos no YouTube”, disse ele. Em seguida, eles fizeram alguns Google pesquisar para encontrar emp

resas que deram formação para este negócio. “”Nós encontramos duas empresas, uma empresa americana du

pla da Terra e outra empresa indiana, Auroville Instituto Terra”, ele acrescentou: “A empresa norte-americana era caro e não podíamos que a empresa indiana iria cobrar Rs 60.000 por cabeça por um 15-. dia de treinamento. Então eu fui lá e completou o treinamento prático de 15 dias. Eu fiquei no albergue de um amigo para poupar dinheiro “. Durante o treinamento, Nishan perceberam o erro de selecionar lama inapropriada para tijolo. Ao voltar para casa, ele trabalhou com a equipe para corrigir o  erro. Eles foram a muitos lugares que procuram o tipo certo de lama. Agora eles trazem lama de áreas C

hapagaun, Sankhu e Melamchi, que está ajudando-os a produzir tijolos de boa qualidade. Eles estão trabalhando duro para aumentar a produção como o seu tijolo pra fornecer mercado e a demanda está aumentando “.”As pessoas ainda estão usando tijolos tradicionais, mas temos muitos clientes que procuram os nossos tijolos ecologicos. Eles perceberam a sua qualidade”, disse Nishan expressando sua satisfação em relacao a seu esforço. “Com o aumento da demanda, os nossos clientes têm de fazer as suas encomen

das pelo menos um mês de antecedência.”A equipe recebe seus tijolos testados em laboratorio de material para testes da força de compressão.”Governo eixge que o tijolo resista ao minimo d

e 3 Mega Pascal (MPa) os tijolos tem  6.82 MPa que pelas dimensoes dao garatia de uma maior qualidade,” Nishan disse. Esses tijolos são amigos do ambiente, Nishan acrescentou. No começo eles pensaram em produzir 500 tijolos por dia. Mas agora sua capacidade aumentou quatro vezes.Com a crescente demanda, eles estão planejando expandir seus negócios através da importação de mais máquinas. A equipe agora empregou seis pessoas para ajudá-los em sua pequena fábrica. Inici

almente, eles tiveram que enfrentar uma espera de quase um ano e meio. Mesmo os bancos não confiavam neles para o empréstimo “ Depois de variass tentativasa os bancos emprestaram, quando terminamos os estudos e projetos. Agora estamos treinando outras pessoas interessadas, Na falta de eletricidade apos o terremoto tivemos que suar maquinas manuais para a producao dos tijolos ecologicos”

Source: Meus Republica – jovens empresários aprender a tecnologia tijolo do YouTube, Google

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s